quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

O que podes fazer com a orgonite

Pôr por baixo da cama para dormir melhor.
Fixá-la com fita-cola no cano da água para a re-energisar.
Pôr sobre ou perto dos electrodomésticos da casa, como a televisão ou o microondas.

Se tiveres orgonite de sobra, experimenta pôr um TB em cada canto da tua casa ou terreno para que fiquem bem protegidos.
A tua casa vai então passar a funcionar como um abrigo de influências electromagnéticas e energia negativa que existem no mundo exterior.

Leva a orgonite contigo, sob a forma de pendente ou simplesmente mete-a no bolso ou na mala enquanto fazes o teu dia-a-dia. Assim terás sempre contigo uma pequena fonte de boa energia, onde quer que vás.

E se quiseres, distribui a orgonite pelo mundo!

[esta actividade chama-se em inglês "gifting" e é de difícil tradução. O "gifting" é essencialmente o restabelecer do equilíbrio energético (orgonómico) que se encontra disturbado por acções, espaços ou equipamento que produz energia negativa. O equilíbrio é restabelecido assim que orgonite em quantidade suficiente é posta na proximidade do elemento opressivo e destabilizador.
Uma parte "menor" do gifting é basicamente a de pôr orgonite em praticamente todos os lugares que o gifter (pessoa que distribui a orgonite) frequenta, e claro, à família e aos amigos]

Antenas GSM (telemóvel) - as antenas que supostamente facilitam a comunicação telemóvel produzem MUITA energia negativa. Se tiveres a oportunidade de ver o tamanho desproporcional dos cabos eléctricos que as alimentam... isto não são antenas comuns, acredita. Pergunta a quem vive ou trabalha em edifícios que as tenham postas, como é que sente o ambiente desses edifícios. Eu já fico como uma ligeira dôr de cabeça só de olhar para elas, antes de lhes pôr orgonite ao pé. Normalmente é preciso 1 TB por cada 8-9 painéis (cada antena tem cerca de 2-4 painéis).

Antenas de difusão de Rádio e Televisão - são de tamanho considerável, normalmente superior a 75 metros, mas variam muito no tamanho e dano que fazem (a Gerbrandy Tower na Holanda, por exemplo, tem 366 metros de altura).
Viver perto destas antenas é estar um passo mais perto do cancro (devido, para começar, à grane potência das antenas e das frequências electromagnéticas de que fazem uso) até que seja posta orgonite.
O número de TBs varia muito devido aos diferentes níveis de potência das antenas mas nunca será menos de 6.

Fios de alta tensão - embora emitam pouca energia negativa, a interferência electromagnética que provocam nos seres humanos é também ela debilitante, ao ponto e provocar cancro. 1 TB a cada 150 metros na proximidade de moradias e sítios onde passe gente com alguma frequência.

Radomes - são estações metereológicas com a forma de uma esfera muito grande, normalmente branca (como se fosse uma bola de golfe gigante) suportada num outro edifício. Embora também sejam usadas para fins metereológicos, estes radares, assim como as antenas GSM, fazem muito provavelmente parte do sistema HAARP de controlo sobre a atmosfera (o tempo, básicamente). Será maluquice minha? Eu só estou a dar a informação, acredita quem quiser.
Os radomes produzem em si pouca energia negativa (a sua influência sobre a atmosfera funciona por outros canais) podendo as suas qualidades nefastas ser desactivadas com uns poucos de TBs.

Escolas Liceus e Universidades, Hospitais, Lares de Idosos e Prisões são como estações de processamento de seres humanos. Pôr quanta orgonite como a que achar necessária.

Nas escolas os míudos são ensinados sobre o que devem pensar e não como pensar por eles próprios. É o primeira passo para os transformar em trabalhadores cheios de MEDO interior, obedientes à lei, passivos e que façam as suas compras e paguem os seus impostos - a escola é o primeiro grande passo para a assimilação. Depois estes míudos têm que lidar com isto ao mesmo tempo que têm de lidar com eles próprios, em crescimento... eles têm tanta energia e o que lhes pedem é que a reprimam ou canalizem para a memorização de livros e exercícios, poses estúpidas e vazias - depois admirem-se que apareçam "casos problemáticos"!

Hospitais - são cheios de energia da Morte. Diz-me lá uma perssoa que goste de hospitais... a energia de incontáveis pessoas doentes fica lá e espalha-se, pega-se a quem lá vai, como se fosse uma coisa peganhenta - mesmo num hospital bem arejado, o ar nunca é bom.
Depois temos a própria Medicina, cuja resposta à doença é drogas e cocktails de michórdias químicas que na melhor das hipóteses vão apenas e só temporariamente aliviar os SINTOMAS da doença.

Lares de Idosos - existe alguma coisa mais triste do que um edifício cheio de idosos? (e cá na Holanda, temo-los bem grandes - à primeira vista parecem uma mescla de edifício de apartamentos com hospital, mas a sua energia fica-se muito mais próxima deste último).
A verdade é que, apesar dos seus corpos envelhecidos não poderem mais fazer a diferença, as suas mentes muitas vezes o podiam. Mas vivendo nesses "currais" de espera pela morte, tanto os corpos como as mentes se apagarão mais depressa.

[As antenas GSM podem encontrar-se regularmente sobre os tipos de edifícios que acabei de mencionar. Já as encontrei mesmo por cima de jardins infantis!]

As prisões - Bem, digamos que está mais que provado que não melhoram ninguém - a maior parte dos reclusos sai pior do que entrou. Existe muita criminalidade dentro das próprias prisões - sítios que deviam ser "o exemplo da legalidade", sendo afinal tão controlados. E imagina quanta energia negativa é gerada e mantida num sítio destes: quase diria que não há orgonite demais para uma prisão (e para mais porque são de difícil aproximação).

Está à vontade para pôr orgonite ao pé de igrejas também. As igrejas funcionaram (algumas ainda funcionarão) como instrumento de repressão da livre vontade. As igrejas (e qualquer tipo de templo) como sítios onde se juntam pessoas "de uma só vontade" são como sifões de energia, normalmente usada para fins negativos (a intenção age sobre a realidade).
O Medo (alguns chamar-lhe-iam respeito) sempre foi uma coisa que numa ou noutra altura as pessoas associam à sua religião (falo da Cristã, que conheço melhor) - este sentimento, esta vibração pode ser encontrada dentro de muitas Igrejas (o Santuário de Fátima sendo um exemplo claro e típico).
Para mais, as igrejas estão sempre(?) localizadas em linhas energéticas que fazem parte da rede energética do Planeta (que é um pouco como o sistema circulatório de um corpo humano) e mudando a energia da igreja vai influenciar a parte da rede em que está ligada - só por isto não há razão para não se pôr orgonite nessas igrejas e capelas todas ;-)

Nota: um reputado psíquico (embora ele nunca assim se denominasse), Laozu Kelly, já afirmou inequivocamente que a maior parte das igrejas e templos de várias religiões que visitou têm uma energia positiva: lembra-te que isto que escrevo são muitas vezes as minhas impressões subjectivas - confia na tua própria intuição e experiência.

Cemitério - uma grande concentração de corpos em puterfacção... Dá uma sensação muito estranha de se passar num cemitério e não me consigo lembrar de ninguém que goste de lá passar o tempo, a não ser com más intenções. Mais importante: é possível aliviar a transição das almas que porventura ainda lá estejam a vaguiar, pondo TBs a cada 150 metros aproximadamente.

Sítios onde ocorreram batalhas ou massacres - qualquer sítio onde dezenas, centenas ou milhares de pessoas morreram em aflição é um bom sítio para se pôr orgonite. Frequentemente as almas dos soldados (e/ou das vítimas indefesas) vão estar ainda a vaguear, perdidas (somos seres de Vida, mas então obrigam-nos à Morte! - é um paradoxo profundo do qual um espírito não se liberta facilmente). São sítios muitos pesados, energéticamente, e estarias a fazer a essas almas o favor de as libertar (mais uma vez com um TB a cada 150 metros).

Castelos e casas senhorais - de acordo com certos estudiosos da História Oficial, a aristocracia é fonte do que de melhor e pior existe na cultura Humana. Provavelmente acertaram com metade dessa afirmação.
Alguns desses sítios foram palcos de actos e rituais macabros e merecem que lhes ofertem com alguns TBs - usa a tua intuição para saber onde e quanto chega.

Centrais Nucleares (felizmente que eu saiba não há nenhuma em Portugal) produzem um energia doentia, possivelmente devido ao processo de fissão nuclear que usam constantemente e em grande escala (o Sol por exemplo está sob um processo de fusão nuclear: a fusão de átomos em vez da sua separação parece ser a maneira natural para a libertação de energia).
As centrais nucleares são para rodear de orgonite quanto antes, e devido a estarem isoladas do público pela distância e provavelmente muros altos e electrificados, a melhor solução é fazer tanto quanto possível um colar de HHGs na quantidade que achares suficiente.

Qual é a melhor indicação de quando, como e quanta orgonite distribuir?
Mais uma vez: usa a tua intuição. É a melhor fonte de informação que tens e está sempre correcta, embora nem sempre seja de fácil compreensão - muitas vezes o significado das coisas só é revelado algum tempo depois.
E não tenhas medo de errar! Embora seja preferível não o fazer, muito se pode aprender no processo de experimentar. É isso mesmo, é um processo e leva um tempo até aprendermos (ou será "re-aprendermos"?) como comunicar com a nossa intuição.

1 comentário:

golda meir (Brasil) disse...

excelente!